Alta do dólar anima o mercado da soja no Mato Grosso

25

images-2A eleição do novo presidente norte americano Donald Trump agitou o câmbio brasileiro. Em duas semanas, o dólar subiu cerca de 5% e a alta anima quem plantou soja em Mato Grosso.Mais de 90% das lavouras de soja já foram plantadas em Mato Grosso. Com chuva na dose certa, a safra caminha bem, enquanto o mercado do grão mostra oportunidades de bons negócios.

Entre os meses de julho e outubro, as vendas antecipadas de soja ficaram praticamente paradas no estado. Nas últimas semanas, no entanto, os agricultores voltaram a fechar contratos. Hoje, cerca de 36% de toda a produção que deve ser colhida, já foi negociada.

Segundo o Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária, o Imea, dois fatores explicam a retomada das vendas: a troca pelos últimos insumos para a safra e a valorização do dólar, após a eleição presidencial nos Estados Unidos. No início do mês, a moeda norte americana valia R$ 3,23, esta semana passou dos R$ 3,40.

O valor médio da saca de soja produzida em Mato Grosso para ser entregue em março do ano que vem saltou de R$ 61,13 para mais de R$ 64, escalada que motivou o agricultor Adair Rocha, que tem uma fazenda em Campo Verde, a vender mais uma parte do que espera colher.

“Tem que estar bem atento porque são nessas pequenas diferenças que você faz o resultado da sua safra”, diz.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY